Fucap :: Uma faculdade inovadora 


PROUNI - Programa Universidade para Todos

PROUNI - Programa Universidade para Todos é um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004 e institucionalizado pela Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005, que concede bolsas de estudo integrais(100%) e parciais(50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Quais são os requisitos para ser bolsista do Prouni?

Podem participar do Prouni os estudantes brasileiros que não possuam diploma de curso superior e que atendam a pelo menos uma das condições abaixo:

  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola;
  • ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola privada;
  • ser pessoa com deficiência;
  • ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos não há requisitos de renda.

Para concorrer às bolsas integrais(100%) o candidato deve ter renda familiar bruta mensal de até (1,5)um salário mínimo e meio por pessoa. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até (3) três salários mínimos por pessoa.

Como funciona o processo seletivo do Prouni?

O processo seletivo do Prouni é composto por duas fases: processo regular e processo de ocupação das bolsas remanescentes.

No processo regular pode se inscrever o candidato que tenha participado da edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano imediatamente anterior e que tenha obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas das provas do Exame e nota acima de zero na redação.

No processo para ocupação das bolsas remanescentes pode se inscrever o candidato que:

  • seja professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública, para os cursos com grau de licenciatura destinados à formação do magistério da educação básica; ou
  • tenha participado do Enem, a partir da edição de 2010, e que tenha obtido, em uma mesma edição do referido exame, média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a zero na redação.

Em ambos os processos as inscrições são gratuitas e efetuadas exclusivamente pela internet, por meio da página do Prouni. São realizados dois processos seletivos do Prouni por ano, um no primeiro semestre e outro no segundo semestre.

As incrições devem ser feitas exclusivamente por meio de preenchimento da ficha de inscrição no site (http://siteprouni.mec.gov.br/ ou http://prouniportal.mec.gov.br/index.php).

CRONOGRAMA para 2017/02:

- Período de inscrições: 06/06/17 a 09/06/17.           

- Resultado da 1ªchamada e comprovação de informações da 1ªchamada: 12/06/17 a 19/06/17.           

- Resultado da 2ªchamada e comprovação de informações da 2ªchamada: 26/06/17 a 30/06/17.

- Prazo para participar da Lista de Espera: 07/07/17 e 10/07/17.

- Comparecimento dos candidatos para entrega da documentação: 17/07/17 e 18/07/17.

 

Horário de atendimento para recebimento dos documentos para 2ª chamada:

Datas: 26/06/17; 27/06/17; 28/06/17; 29/06/17 e no dia 30/06/17.

Horários: das 14:00hs às 16:30hs e das 19:00hs às 21:30hs.

 

Sua informação é sigilosa e contamos com sua colaboração para identificar situações de irregularidades nas Bolsas de Estudo e Pesquisa, no sentido de averiguar o recebimento indevido do auxílio e ou benefício. O objetivo é dar mais transparência ao processo e conceder bolsas aqueles que realmente necessitam. CLIQUE AQUI.

 

 COLAP - Comissão Local de Acompanhamento e Controle Social do PROUNI

A COLAP foi instituída para atender a portaria MEC nº 1.132, de 2 de dezembro de 2009, são órgãos colegiados, de natureza consultiva instituídos em cada Instituição de Ensino Superior - IES participante do Prouni, com função preponderante de acompanhamento, averiguação e fiscalização da implementação local do Programa Universidade para Todos – Prouni nas IES, com finalidade de promover a articulação entre a Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social - CONAP e a comunidade acadêmica.

Compete à Comissão Local:
I - Exercer o acompanhamento, averiguação e fiscalização da implementação do PROUNI na instituição;
II - Interagir com a comunidade acadêmica e com as organizações da sociedade civil, recebendo reclamações, denúncias, críticas e sugestões para apresentação, se for o caso, à Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social do PROUNI - CONAP;
III - Emitir, a cada processo seletivo, relatório de acompanhamento do PROUNI; e
IV - Fornecer informações sobre o PROUNI à CONAP.


*Portarias